Márcio Cruz
Na reta final do Pernambucano,  jovem prata da casa Joazi despontou como uma das revelações do Náutico neste início de temporada.
Escalado pelo ex-técnico, Gilmar Dal Pozzo, chegou até a fazer um gol em jogada individual na partida em que o Timbu foi derrotado pelo Santa Cruz por 3×1 no primeiro jogo das semifinais do Estadual, no Arruda.
Gol esse que ainda deu certa esperança ao torcedor alvirrubro em tentar, pelo menos com os 2×0, tentar chegar à final nos pênaltis.
Mas o Tricolor voltou a vencer por 2×1, fez a final com o Sport e o fim da história todo mundo já sabe.
Voltando ao jogador, o prêmio pelo seu esforço foi recompensado com a renovação do seu contrato até o fim de 2018.
Sem falar que, agora com Gallo como o seu comandante, a possibilidade de Joazi crescer profissionalmente aumenta.
Isso porque, não à toa o técnico do Náutico foi, entre 2013 e 2015, o principal responsável pelas categorias Sub-17 e Sub-20 da Seleção Brasileira.
Aliás, quando foi convocado para fazer o trabalho da Canarinho, Gallo estava justamente comandado o Timbu.
Ou seja, é possível que, além de Joazi, os “frutos” fornecidos a partir de agora no Centro de Treinamentos do  Alvirrubro, na Guabiraba, sejam mais bem aproveitados.
Mas os investimentos feitos por lá pelos dirigentes também têm que aumentar.