Quem dirige em dia de temporal, como o que atingiu o Grande Recife nas últimas 36 horas, corre um grande risco de perder a placa do veículo em meio aos alagamentos. Assim, fica circulando, muitas vezes sem saber, com o automóvel em situação irregular. Por isso, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PE) alerta os condutores e donos de carros para tomar algumas providências, o mais rápido possível.
Em primeiro lugar, quem perdeu a placa na chuva deve  ir até um ponto de atendimento do Detran mais perto de casa, Pode ser a sede, na Iputinga, os shoppings centers do Grande Recife e Caruaru, no Agreste, ou as circunscrições de trânsito (Ciretrans), no interior.
Lá, precisa solicitar a ordem de emplacamento. Com ela, é possível ir até uma das lojas credenciadas para providenciar o emplacamento. Cada estebelcimento cobra um preço pela placa. Em média, o par sai por R$ 120.
Para fazer a solicitação de nova placa dianteira, não é necessário realizar vistoria prévia. Já, no caso da traseira, só é possível obter a ordem de emplacamento após realização de inspeção veicular A vistoria só pode ser feita mediante agendamento prévio pelo site doDetran-PE.
Para colocar fazer o emplacamento traseiro, o condutor deve pagar a placa e duas taxas do Detran-PE. Nos casos de veículo com até nove lugares, é preciso desembolsar R$ 44,23, além da ordem de emplacamento, que custa R$ 29,70.
Para os veículos com mais de nove lugares, a taxa sai por  R$ 53,43. Também é preciso pagar a ordem de emplacamento, que tem o mesmo valor.
Para as placas dianteiras,é preciso pagar a taxa de emplacamento. Vale lembrar: só podem efetuar o processo o proprietário do veículoou um procurador habilitado.
A Gerência de Fiscalização do Detran-PE solicitou aos agentes de fiscalização para não notificarem  os veículos que perderam as placas em alagamentos. Isso vale para o período de até cinco dias depois do temporal.
Penalidade 
Conduzir o veículo sem qualquer uma das placas de identificação é Infração gravíssima. Resultado:  7 pontos na  Carteira Nacional de Habilitação e uma multa  de R$ 191,54. Além  disso, o carro é apreendido.
O Recife registrou em 36 horas, entre a noite de domingo (8) e esta terça, 201 milímetros de chuva. Isso equivale ao índice de precipitações previsto para 21 dias de maio, de acordo com a média histórica, que é de 328 milímetros. Por causa do temporal, 100 famílias estão desalojadas na cidade.